sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A Mamãe


Um desenho que fiz da mamãe.

Gostou?

Tô aqui Mamãe

Bebezão, eu vou lembrando, eu vou escrevendo, prometo que depois que você nascer eu vou organizar todos os capítulos para você ler na ordem em que tudo realmente aconteceu, mas por enquanto, vou deixando assim, até aqui no blog é mais light para quem está lendo...

Lembra que eu falei que a sua avo Cecília é meio bruxinha não é mesmo, então, um dia nós estávamos conversando no telefone aqui em casa, quando na hora de desligar (eu já até havia dito tchau, beijo, estas coisas...) ela virou e me disse assim:

“Ó bichão, finca o pé aí hein, que você vai ser Pai! O meu neto mandou avisar a mãe dele que ele ta chagando”.Nossa, nem sei como reagi, lembro que quando ela disse “mandou avisar a mãe dele” falei:

“Peraí então, que você mesmo a avisa” e foi só emoção àquela hora Bebezão, não deu outra, um mês e meio depois, a notícia que você já estava no barrigão da mamãe.

Mas antes dos exames que o Papai e a Mamãe fizeram para saber se você já estava no barrigão, a mamãe já estava com a menstruação atrasada (prefiro te explicar depois, pessoalmente o que é isso, ta bom?). Posso te adiantar que você, independente de ser um meninão ou uma meninona, você vai conviver com isso pra sempre, sejam com as suas ou com as TPM´s de sua esposa (brincadeirinha Dri), mas voltando ao assunto:

A mamãe sempre foi certinha com estas datas, e ela já estava com três dias de atraso, como nós já estávamos pensando em ter você aqui com a gente, nós ficamos pensando que realmente poderia ser você, então ela quis comprar um exame de farmácia e fazer o teste. Achei melhor não comprarmos e aguardar as coisas acontecerem... fui jogar bola - Com o pessoal da rua, estes malucos que adoram você também, o Tio Ju, o Tio Lucas, o Hugo, pai do Rodrigo (não fala nada para ninguém, mas ele deu este nome pra ele em homenagem ao Papai...rsrsrs) o tio Rochinha, que não jogava, o preguiçoso...rsrs, ele só vai lá cornetar o jogo e levar o Matheuzinho para ver o futebol – A mamãe ficou em casa, fazendo o cabelo, e de repente cansou e foi deitar um pouco, sem ainda estar dormindo, ficou pensando em você, alisando o barrigão, que na época, ainda era uma barriguinha normal, como sempre foi a dela, e perguntando pra si mesma: “Aí meu Deus, será que realmente estou grávida, que ansiedade..."
E de repente, uma “vozinha” fala pra ela:

“Calma, já estou aqui”.

Adivinha quem era?

É...este é mais um exemplo desta maravilhosa ligação entre o filho e a sua mãe, não é mesmo?

Esqueci!


Oi Bebezão.

Acabamos de voltar da casa do seu avô Valdir, fomos comer uma pizza lá, a mamãe está aqui comigo, toda largada no puff, no seu quarto, assistindo TV... ela já havia me falado para escrever sobre isso, mas eu esqueci, esta historinha é bem legal também.

Assim que soubemos que você estava chegando, depois dos exames da farmácia e o de sangue, a médica da mamãe pediu para ela fazer um exame chamado ultrassom transvaginal.

Era o primeiro contato nosso com você através de uma máquina, em um laboratório, a primeira oportunidade de te ver, Bebezão.

Foi no dia 21 de Setembro, eu não fui junto com a sua mãe (o único em que não estive presente), era um horário às 14horas, eu não tinha como encontrá-la, então ela saiu sozinha do trabalho e foi te ver!
Nos demais exames e em todas as consultas do dr. Benê, seu Papai estava lá, sempre – a Mamãe até brinca, pois quem passava pelas consultas na verdade era eu, perguntando ao doutor o que a mamãe podia comer, beber, pode isso, pode aquilo, enfim, tenso como você sabe que eu sou né?

Mas vamos voltar ao ulrassom....

Este é um exame de rotina, que toda mamãe quando descobre seu bebezão, deve fazer para saber se você está sendo gerado dentro da bolsa gestacional.

Graças a DEUS, já no primeiro exame estava tudo certo e você estava lá, na bolsa gestacional, era um gigante, e já tinha o tamanho de um feijão, acreditas?

A médica falou assim para a mamãe: Olha, não vai dar pra ver muita coisa, ele ainda é um embrião, mas ele é esta manchinha aqui ó...pronto, isto foi o que a mamãe precisava ouvir para cair nas lágrimas e voltar ao trabalho sem conseguir parar de chorar, de felicidade, é claro...

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

A “Bisa” e o “Biso”


É Bebezão, você tem uma Bisa e um Biso, e eles são o maior barato (de verdade, mesmo estando escrito no macacãozinho que você ganhou no primeiro Natal na casa dela, ainda em 2010).

Lembro do dia que falei pra eles que você estava chegando, parece que a ficha não tinha caído direito (acho que com todos nós foi um pouco assim) e sua Bisa demorou a entender, seu Bisavô, menos ainda, rsrsrsrs.

Mas foi muito legal ter contado, o Papai e a Mamãe não agüentavam mais esperar. Naquela noite de sábado, fomos jantar na casa do seu avô Valdir, o Pai do Papai, que ficou sabendo antes, em uma quarta-feira, lá na lanchonete da São Judas, mas isto é uma história pra outro dia. Neste jantar você ganhou alguns dos seus primeiros presentinhos, foi nesta noite também que você ganhou a roupinha e o sapatinho que você mais gosta, e pra mim, a roupa que mais lhe cai bem, o uniforme do nosso Tricolor, presente do tio Thiagão!

Aos pouquinhos, eu vou contar pra você tudo sobre os seus avós, tanto os pais do Papai, quanto os pais da Mamãe, seus tios, o irmão são paulino do Papai e o irmão corintiano da Mamãe, ah...eu aposto que os dois vão querer fazer sua cabeça pra torcer pro time deles. Mas não adiantou nada né? Você já nasceu são-paulino(a)!

(Aliás, vou começar a cantar o Hino pra você desde já, e prometo que no próximo final de semana, vou na SAO Store comprar o CD de músicas infantis pra você).

Vou te contar sobre a reação deles quando souberam que você estava chegando e tudo que eles já estão fazendo por nós três e o quanto eles te amam também.
Além de seus tios avós, que são os irmãos do vovô e da vovò, seus primos, a Bibi...

Vou parar de escrever agora Bebezão, já estou com os olhos cheios de lágrimas, depois continuo...

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Mexi!

A Mamãe já comentava que você mexia, só ela sentia você, como uma borboletinha batendo asas lá dentro do barrigão, nós já víamos sempre nos ultrassons, que serelepe!!!! Mas hoje ao chegar do trabalho a primeira coisa que a ouvi falar;
"Olha Papai, como eu me mexi hoje, deu até pra sentir por fora da barriga!"
Bom, esta é mais uma daquelas relações entre Mãe e Filho que nenhum Pai no mundo, um dia vai sentir (ao não ser com sua própria mãe).
Vou aguardar minha vez e sentir o primeiro chute do meu Bebezão, uma tarde destas...

Oi Bebê


Oi Bebê! Ainda te chamo assim, hoje, dia 28 de dezembro de 2010, pois ainda não sabemos se você é uma menina ou um menino!
Papai vai esperar até o dia 7 de Janeiro, pois no exame que a Mamãe vai fazer, que chama ultrassom, nós já saberemos oficialmente o seu sexo, aí eu lhe chamarei pelo nome, se escolhermos um para você até lá, ta bom?!

Nem sei como, ou porque resolvi começar a escrever, talvez, buscando alguma inspiração que há tempos eu não tinha, (afinal, sabe como é, seu pai é um publicitário)que de algum tempo pra cá, resolveu voltar!

Sabia que até voltar a desenhar, coisa que eu não fazia há muito, mas há muito tempo, eu voltei a fazer? (quem sabe isso aqui não vira um livro e eu posso ilustrar ele todo ainda?)

Mas estes textos (se é que podemos chamar de textos, pois sou um publicitário, não escritor, nem redator) são para você, então, voltemos o assunto!

Confesso, tive que buscar na memória e recorrer ao calendário para poder lhe falar a data em que a sua MÃE, me falou que você estava chegando, mesmo assim, não sei se é a data certa, vou perguntar pra ela e aí depois, mudo, mas por enquanto, é esta mesmo!

Foi no dia 17 de setembro de 2010, uma sexta-feira, confesso, estava sonado, era por volta de 5, 5e30 da manhã, sabe, seu PAI, voltou a estudar e as quintas e as sextas, era dia de acordar cedo e dormir tarde! Ela foi ao banheiro fazer o teste sem me falar nada, claro e quando voltou, me acordou, com um exame de farmácia na mão e com um sorriso lindo e largo no rosto, falando: “parabéns, Papai!”

Nossa, daquele dia, naquela hora, já parecia que algo mudava na minha vida (realmente mudou), mas ainda era um choque, uma sensação que não eu não sabia explicar!

Tínhamos que sair para trabalhar, compramos um novo teste de farmácia, daqueles mais “potentes”!!!!

E pimba mais grávida, impossível, você estava mesmo ali! Daquele dia em diante, já somos três!!!!! E para trabalhar naquele dia? Sem falar nada pra ninguém? Pois nós queríamos contar para suas avós antes, sabe?

Nossa BEBEZÃO que dia! Feliz, claro, pois eu só pensava em você, na sua Mamãe, rsrsrsrs, acho que liguei pra ela umas 10 vezes naquele dia pra saber como vocês estavam...

Aí no sábado, aquela correria, sua mãe tinha que renovar a habilitação, fazer o teste do dedinho na auto-escola (daqui há 18 aninhos vai ser a sua vez também) de lá, iríamos fazer o teste de sangue só pra confirmar o teste da farmácia e fazer a peregrinação, contar para suas duas avós, sua tia avó e a Bibi (nossa bebezão, você vai conhecer a sua priminha, ela é linda, que nem você e vai ser sua amiguinha, você vai ver!!!).

Bom, daquele dia em diante, nossa, foi só alegria! Não parávamos de pesquisar sobre bebês na internet, já fazer planos para daqui nove meses... E pensar que hoje, no dia que estou escrevendo, já se passou mais da metade da gravidez!!! Sua mamãe não tem tantos enjôos agora, aliás, quase nenhum sabe, mas olha, vomitou viu, muito engraçado, eu nunca tinha ficado tão contente em vê-la vomitando e com enjôos, pois eu sabia que eram os seus hormônios, a progesterona no corpo da Mamãe funcionando e você crescendo.
Pois é sua Mamãe já está com 19 semanas, isto quer dizer, que já são quase 5 meses e daqui há 4 meses, você já está na sua nova casinha!!!!

Só que antes de tudo isso, mesmo antes de sabermos que sua mamãe estava grávida, fomos a um laboratório, em Osasco, para ela fazer um exame, um exame sobre um tratamento que ela estava fazendo, justamente para que você pudesse chegar sabe? Mas ela pegou um médico (não vai ser a primeira vez nesta história que você vai ler isto) que não sabia nada e saímos de lá tristes, ela principalmente, pensando que seria mais um mês sem você. Eu não soube decifrar esta sensação aquele dia, mas hoje escrevendo, lembro que falei pra ela com uma certeza, que estava tudo certo com ela e que o médico poderia estar errado, e não é que estava mesmo? Nesta manhã, enquanto estávamos indo para o laboratório a mamãe me disse que estava com vontade de tomar Yakult, você já tomou, e garanto, eu quando tinha sua idade tomava também, nossa, como isto é velho né? Mas ela nunca tomou, enfim, deixei ela no laboratório e fui lavar o carro, não é que andando pelo bairro, encontrei uma senhorinha, vendendo Yakults no carrinho, na rua? Pois é, você já estava lá, com a primeira vontade (das poucas), que a mamãe teve na gravidez, mas nem eu e nem ela sabíamos ainda...

Mas vamos voltar a nossa história!!!
Marcamos a primeira consulta da Mamãe no Obstetra, o dr. Benê! Nossa Bebezão, é ele que vai te colocar no mundo em maio, você vai conhecê-lo depois, ele é muito gente boa, além de ser são-paulino, que nem a gente!!!!!

Na consulta vimos que estava tudo bem com você e com a mamãe e marcamos seu primeiro ultrassom, que ansiedade.... Enquanto isso, mais enjôos, a mamãe acordava e vomitava, hahahaha, sentia o perfume do papai e vomitava, muito bom!!!!

No dia do ultrassom, um sábado de manhã que doidêra (você vai ver o filminho e vai entender!)

“Pegamos” um médico tosco, que nem falou direito com a gente, mas valeu a pena ter te visto pela primeira vez, ouvido seu coraçãozinho, nossa Bebezão, aquele dia eu chorei, muito, muito mais que a Mamãe, chorei de um jeito que não me lembro ter chorado antes na minha vida!

Mas nossa alegria “parou” quando colocamos o DVD em casa, pôxa, gravaram sem o áudio de seu coraçãozinho e tivemos que esperar mais 30 dias para te ver no ultrassom de novo!
Ah, mas desta vez foi genial, você já estava com 8,7cm, imagina? As suas mãozinhas já mexiam, abriam e fechavam, peguei você com a mão na boca uma hora, e não parava de se mexer!

Lindo, nosso bebezão grandão! Mas deixou o Papai e a Mamãe, mais ansiosos, você estava sentado e não conseguimos ver seu pipi ou a sua pipia.

Bom, ali já eram 3 meses de gravidez da sua mamãe e a barrigona dela e você, não param de crescer, lembra das fotinhos do barrigão que você viu, então, desde o primeiro dia que descobrimos que você estava vindo, toda a semana eu tiro váááááárias fotos de vocês dois!

E vou fazer, toda semana até você estar aqui do lado de fora do barrigão com a gente! (aí eu vou começar tudo de novo até você ficar bem grandão, grandão....rsrsrs).

Voltamos de novo no dr. Benê, depois do exame morfológico, e graças á DEUS, você já estava forte, e mais sadio a cada dia.
Lembrei de uma coisa, antes de irmos a consulta, você precisava ver o parto (salvo o trocadilho) que foi para pegarmos este exame – Putz é só com a gente que acontece estas coisas filho(a).
Era um sábado de manhã, fomos até o Laboratório Campana, retirar seu exame, a mamãe pegou o exame, a fiquei esperando no carro, pegamos o envelope paramos em uma feira, lá perto da Paulista mesmo, comemos um pastel, um caldo de cana e quando estávamos voltando para casa, no carro sua mãe abre o envelope e...era o exame de outra mamãe...hahahaha ela já ficou muito brava, como você conhece sabe??? Nem a deixei descer do carro, fui eu (que sou mais calmo que ela né?, rsrsrs).
Que canseira Bebezão! Perderam o exame da mamãe...e a consulta no Benê, era na segunda feira. Putz, não queriam dar o exame de novo da sua mãe naquele dia pra mim, porque eles estavam de mudança, tinham desligado todos os computadores do laboratório, nossa, aquele dia eu fiquei bravo viu!?!?

Mas depois de quase 2 horas esperando a vontade da galera do laboratório, pegamos o exame e passamos o final de semana curtindo mais umas fotinhos de nosso bebezão e a nova consulta no dr. Benê!!!


Bom depois das consultas, depois de passar o filminho de seu ultrassom várias vezes para suas avós, resolvemos um dia sair para ver os modelos e os preços de móveis para o seu quartinho.

Fomos até Embu, ainda vamos lá (se já não tivermos ido juntos), você vai curtir, tem uns lugares legais pra comer e algumas coisas nas feirinhas que com certeza, você vai gostar de ver e vai querer que a gente compre pra você!

Até que tem uma lojinha muito legal lá, andamos na loja inteira, até chagamos a escolher, mas sabe, não era o quarto ainda...saímos de lá e fomos andar, nós 3, na Rua Teodoro Sampaio.
Entramos em uma lojinha, com uma vendedora, meio estranha a velhinha sabe, e ainda não era aquela. Até que passamos na frente de uma lojinha, muito legal, para você ter uma idéia como estava cheia, acho que ficamos mais ou menos uma hora e meia só para ser atendido pela vendedora, putz bebezão, ficar uma hora e meia naquela loja quente, quente, mas quente...e não comprar nada, ah não, não ia rolar!

E não é que achamos!?

Seu quarto não é um show? Então, nós 3 que escolhemos!!!!!

Enquanto isso, nós 3 passamos noites na cama com o PAPAI passando creminhos e beijando muito o barrigão da MAMÃE e ela, cantando e conversando com você...

Hoje, sei que vai demorar mais uns meses pra você chegar, mas a vontade que tenho é de falar: “Vem logo!”

Que coisa maluca né? Ainda nem sabemos seu sexo, seu nome, mas de uma coisa, tenho certeza...

Eu te amo!

São Escolhas

Passeando de carro com a Millena, esses dias, ela olha para os caros do lado e me pergunta: "Papai, esses carros que não tem banco at...