quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Caras e Bocas IX

Ou caras e barrigas?




Ensaio Criativo e redação publicitária



Oi minha Millena, quanto tempo né?

Tempo mesmo, ontem por exemplo, nem lhe vi (acordada), pela manhã, ficou dormindo quando lhe deixei na sua vó, chego a noite em casa, dormindo de novo...um dia sem brincar com você, sem te beijar e te pegar no colo, uma eternidade....

Mas o texto de hoje não é sobre isso, é que quando comecei a escrever, lembrei e resolvi, passar para o papel.

A correria diária não me permite ter tanto tempo para escrever, tempo para ser criativo, então ontem enquanto assistia uma palestra – muito boa por sinal – de um economista, que mais parece um publicitário, chamado Ricardo Amorim, lembrei dos meus ensaios criativos na faculdade, nas aulas de redação publicitaria.

E este ensaio era mais ou menos assim.

Quando queríamos desenvolver um texto, colocávamos no papal, palavras soltas, muitas vezes sem sentindo uma ao lado das outras e após esta coleção, teríamos subsídio para a nossa redação.

É o que farei....

Amor, bochechas, gravidez, sexo (pode? Acho que pode, mesmo assim, antes de vocês começarem a ler, apago), Fellipe, Manuella, Millena, sexta-feira, ultrassonogafia, DVD, expectativa, tempo, falta dele, mamãe, casa nova, escolinha, barrigão, dia-a-dia, amiguinhos, cocoricó, risadas, medo, tensão, alegria, trabalho, dinheiro, fraldas, suco, mamadeiras....

Livro Redação Publicitária, de Celso Figueiredo (leituta leve e obrigatória para redatores e publicitários)


Bom, esta é primeira parte do ensaio.

Como citei acima, a falta de tempo não me permite continuar com a segunda parte, que é unir as palavras que “joguei” em um texto para vocês dois.

Logo menos, o resultado...

Ah! Amo vocês!




domingo, 11 de novembro de 2012

Top Five

Não, hoje não tem texto pra Millena, nem pro Filipe - ou pra Manuella.

Hoje passo aqui pra deixar a indicação de um blog bem legal, escrito por mamães e que acharam o "Para Ler" na internet e nos presenteou com uma indicação hiper bacana, deixando o blog no TOP FIVE de papais blogueiros.

Obrigado às mamães do Recanto.

Para quem quiser visitar o blog das mamães, lá vai o link: http://www.recantodasmamaesblogueiras.com/2012/11/top-five.html?showComment=1352670803820#c2919966094563530413

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Minha filha e minha mãe.

A foto é antiga (calma mãe não foi isto que eu quis dizer), antiga no sentido que estava aqui comigo há muito tempo, e só tomei vergonha na cara de escrever algo pra ela agora.

Sim, duas crianças lindas, com olhares meigos e inocentes.

Espero que a menina linda do lado esquerdo seja uma pessoa de tão bom coração, de alma limpa e justa como a menina linda do lado direito, que possa sempre tratar a vida com alegria e com bom humor, mesmo quando hajam mais do que mil motivos para que seja o inverso.

Que possa ter sempre esta inocência no olhar, como a que vemos nesta foto.

Obrigado Millena, por ser minha filha.

Obrigado Cecília, por eu ser seu filho.

A esq; Millena, a dir; Cecília.
 

Revirando as coisas...

Tá certo, já entreguei o ouro aqui.

Falei que a inspiração anda meio longe e por isso, os textos mais escassos.

Tá certo também, o que está escrito aqui, não é mais novidade pra ninguém, ainda mais porque já estamos com mais de 13 semanas de gestação de nosso segundo Bebezão e além disso, até já existe um textinho parecido com este aqui no blog.

Mas revirando as pastas da minha área de trabalho, encontrei um arquivo Word, sem título, que reproduzo aqui...

Para Ler Quando ELES CRESCEREM
Isso mesmo, eles!

Taí, final de semana desses, tivemos a notícia, a Millena terá um irmãozinho, ou uma irmãzinha.
Nós já estávamos desencanados, imaginando em trazer mais um serzinho lindo, como é a Millena, para o mundo, mas posso falar com propriedade e experiência própria, a novidade assusta e deixa um friozinho na barriga (salvo o trocadilho), pasmem, até certo ponto maior do que da primeira vez.

Não sei explicar porque, os medos (meus medos) parecem que irão florescer de novo, sim, a preocupação de dar tudo certo na gravidez, que o novo bebezão - ou bebezona - se forme com perfeição, assim como foi sua irmãzinha, me deixa tenso, muito tenso.
Não tenho medo de criá-lo, de educá-lo, estou me saindo bem neste primeiro aninho com a MIlleninha, e com seu irmão - ou irmã - não será diferente, mas que o  friozinho na barriga bate, ah, bate.

                                                                                                   Os 3.

 

Caras e Bocas VII

Papai, porque o São Paulo só Perde?

Como já deu pra notar aqui no blog, sou um São Paulino fervoroso, desde muito antes de me meter nessa de ser escritor amador. Mas nessas o...