quarta-feira, 25 de abril de 2012

Tá chegando...

Oi princesinha!

Maio "tá" chegando, e com ele muitos eventos.

Dia das mães, aniversário do papai, aniversário da mamãe e o melhor de todos, o seu!!!!

E para fazer o "esquenta" navegando em um site, vi o que de mais interessante aconteceu ao longo de anos e anos, no dia 14 de maio, veja só:





Viu só?

Tá bom, nasceu George Lucas, David Byrne (Talking HEads é muito bom!), mas calma lá!

NÃO ACONTECEU NADA DE INTERESSANTE NO DIA 14 DE MAIO!

Até 2011, filha, pois esta virou a data em que a minha vida mudou, para melhor é claro e que me transformou na pessoa mais feliz do mundo.

14 de maio, o dia da minha filha, o melhor dia do mundo!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Corujão

Oi Mi.

Escrevo o post de hoje com cara e olhos de sono.

Não sei se são os dentinhos rasgando sua gengiva, ou se você já se acostumou com o calor da mamãe nas madrugadas, mas a verdade é que de 5 dias, ou melhor, noites, você acordou durante o nosso sono, em 4.

Ontem nem ouvi você chorar, ao levantar para ir ao banheiro vi seu quarto aceso e a mamãe lá.

Trocamos de lugar, ontem fiquei com você. A mamãe, após 3 noites acordada, foi descansar depois de fazer sua dedeira.

Filha, por mais cansado que eu estivesse, como é lindo ver você deitada na cama do meu lado com esta mãozinha pequenina fazendo carinho na minha barba, abraçando seus bichinhos de pelúcia e procurando uma etiqueta da almofada pra fazer "naninha".

Você foi neste embalo por mais ou menos uma hora, até que capotou, literalmente.

Mas uma coisa é fato, é tudo lindo, pra você nunca vou ter cansaço, mas hoje á noite, vê se dorme tá bom?

Boa noite!

domingo, 8 de abril de 2012

Tempos modernos.

Não, não que você nunca tenha ficado sozinha com o papai. Mas ontem, batemos o recorde.

A mamãe foi fazer compras na 25 de março, filha, aquilo é uma delícia, pouquíssimas pessoas, não se tem fila pra nada e quase ninguém imagina que lá os preços valem a pena e se encontra tudo que quer.

E na véspera da páscoa então, ah, fica mais tranquilo ainda, né?

Fica nada, aquele lugar é o verdadeiro inferno na terra, filha. Vive lotado, é gente esbarrando em você a todo momento, pra se entrar em uma loja, tem fila, imagina pra pagar, não, só passo ali perto para ir ao mercadão e olhe lá....

Então  nós dois, ficamos "de castigo", fomos trocar as luzes do carro e passear no shopping, que, por ser 10e30 da manhã estava sim, bem tranquilo.

O primeiro passo, buscar um carrinho pra você, afinal, 12kg no braço por horas, não dá, né? Bom chegando no espaço família do shopping, antes de pegar um carrinho, nós tínhamos que trocar seu xixizão, eu e mais umas 5 mamães, até aí tudo bem, umas olhavam pra gente com cara de espanto, outras de orgulho, e outras até de desdém, tipo assim: "Ah, coitada desta menina, tomara que a mãe volte logo".

Enfim filha, nâo ligamos pra elas, "alugamos" nosso veículo e fomos lá, dar o nosso rolé.

Você almoçou, comeu sua sobremesa e devorou uns 3 ou 4 biscoitinhos de polvilho, rodamos por algumas lojas e só não compramos a Bíblia Tricolor por que era a última peça na Saraiva e a caixa estava amassada.

Bom, já era chegada a hora de ir embora e devolver seu carrinho, não antes de trocar de novo sua fralda, que desta vez, estava muito mais pesada e cheirosa (totô). Só que desta vez o berçário estava vazio, quer dizer, quase. Apenas um papai trocando a fralda de seu filho.

Tá vendo, quem disse que berçário de shopping não é lugar pra falar de futebol também?

Tempos modernos.

Em tempo: Feliz Páscoa aos leitores do blog!

Papai, porque o São Paulo só Perde?

Como já deu pra notar aqui no blog, sou um São Paulino fervoroso, desde muito antes de me meter nessa de ser escritor amador. Mas nessas o...